Buscar
  • Diário Macabro

Edital da antologia "O caso Fylo-Medusa"

Atualizado: 15 de Jul de 2019


A Editora Diário Macabro, com muito prazer, anuncia sua segunda antologia temática: “O caso Fylo-Medusa”. A obra será organizada por Charlitto Ogami e Marcos Tadeu Mageste.



A SINOPSE

Letícia sentia uma dor de cabeça forte e, por isso, abriu os olhos lentamente. Não sabia que horas eram e não se lembrava de onde estava. Aos poucos, as memórias voltaram: a noite anterior fora dedicada à comemoração de seu aniversário de 21 anos, e, junto a seus melhores amigos, ela havia se dirigido à fábrica abandonada na entrada direita da BR-163. Uma festa secreta havia sido divulgada e a Fylo-Medusa, a droga do momento, prometia uma noite de sensações inigualáveis. A propaganda da droga que vinha rolando nas redes sociais nas últimas semanas mostrava algo novo e revolucionário, preparado a partir do veneno da rã Phyllomedusa – daí o nome da droga –, capaz de elevar sensações e provocar prazeres diversos em quem o tomasse.

Letícia ainda sentia na boca o doce amargo da pílula. As lembranças da festa traziam à sua mente apenas uma explosão de cores e sons bizarros. Lembrava-se de ter se perdido de seus amigos em determinado momento; depois disso, não se lembrava de mais nada.

Não demorou para a polícia chegar. Mas demorou para Letícia perceber o que acontecia ao seu redor: pessoas caídas no chão, desacordadas assim como ela, começavam a despertar. Outras não tinham o mesmo privilégio, pois vários dos corpos não possuíam mais vida. Alguns pareciam apenas dormir, outros apresentavam fortes traços de violência. Por fim, algumas pessoas simplesmente não estavam lá: Letícia não conseguiu encontrar algumas de suas amigas no meio de toda a confusão.

A grande questão era, portanto: o que aconteceu? As mortes e sumiços teriam a ver com a droga ou algo diferente aconteceu por ali? Os relatos dos presentes na festa não foram esclarecedores: alguns diziam ter passado por experiências extracorporais; outros contavam que uma entidade divina havia manifestado sua presença na festa. Outros, ainda, descreviam o aparecimento de algo maligno e assassino.

O caso Fylo-Medusa acaba de começar, e você, autor, está convidado a participar dessa noite alucino-atroz. Escolha um participante da festa e abuse de sua criatividade ao relatar o que aconteceu, em seu ponto de vista – sob efeito da droga ou não –, nessa noite inesquecível.


O que é obrigatório:

· O relato deve ser contato em primeira pessoa por algum personagem que tenha participado da festa ou tido algum contato com a mesma (observador externo etc).

· A pessoa pode ter feito uso da droga ou não e relatar sua experiência a partir disso.

· Você pode deixar sua criatividade fluir, desde que haja horror ou suspense no conto: entidades de outro mundo, feras sanguinárias, puro terror psicológico, serão todos aceitos.

Seu personagem não precisa, necessariamente, ter sobrevivido ao evento.


OS ENVIOS:

· As obras a serem inscritas devem estar escritas em língua portuguesa, no formato de conto com o mínimo de 10 mil e máximo de 20 mil caracteres com espaço.

· O envio das obras para seleção deve ser feito através do e-mail: marcostadeus87@hotmail.com

· O assunto do e-mail deve ser “Inscrição antologia – nome do autor” e o conto deve ser nomeado como: NOME DO CONTO – NOME DO AUTOR. Exemplo: SUSSURROS – PEDRO H. S. ANDRADE. Coloque o “nome do autor” como você usa seu nome em publicações e quer que apareça na divulgação dos escolhidos.

· O arquivo a ser anexado deve ser do tipo DOC com formatação em Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5, formato A4.


A ANTOLOGIA:

· A antologia aceitará contos de terror, em qualquer uma de suas vertentes, e suspense. Eles devem ser baseados e adequados à sinopse oficial da antologia.

· Serão selecionados 15 autores somados aos organizadores, totalizando em 17 contos.

· As obras enviadas devem ser inéditas e adequadas ao tema. A obra é passada no Brasil, portanto nomes de personagens e referências culturais devem ser adequados a isso.


AS INSCRIÇÕES

· As inscrições estarão abertas a partir do dia 15 de junho de 2019 e se encerrarão no dia 30 de julho de 2019, às 23:59 horas, horário de Brasília.

· O limite de envios é de 3 contos por autor.


O PAGAMENTO

· Cada autor deverá pagar a taxa de R$230,00 à vista ou R$250,00 no cartão de crédito, parcelados em 3 vezes, caso selecionados.

· Essa taxa dá o direito a 5 (cinco) livros físicos que serão entregues com frete grátis para cada autor aprovado.

· Cada autor receberá, também, marcadores de páginas e adesivos temáticos da antologia.



0 visualização

©2019 by Editora Diário Macabro.