• Diário Macabro

Edital – Antologia Volumes dissonantes

Atualizado: Mai 21




Organização: Oscar Nestarez e Thassio Rodriguez Capranera


Um oficial de polícia recém-contratado é incumbido de um trabalho sujo: limpar os documentos empoeirados da sessão de "arquivados" do departamento de polícia. Uma tarefa que seria entediante se revela inquietante: em uma caixa com a inscrição "Casos psiquiátricos", o rapaz descobre uma pequena pasta com um número de relatos incomuns de pessoas que, evidentemente transtornadas por estranhos acontecimentos, viram-se obrigadas a recorrer à polícia. O que havia de incomum entre essas denúncias? Todas diziam que os eventos macabros começaram a acontecer logo após as pessoas assistirem à apresentação de um misterioso músico de jazz que tocava sempre às sextas-feiras em um determinado bar, agora fechado. Sua música, inesquecivelmente bizarra, pareceu ter deixado mefíticas impressões nas mentes de seus desafortunados ouvintes. Além disso, seu nome não é lembrado e não há registros nem evidências de suas apresentações. Mesmo a localização e o nome do bar são informações inconclusivas e ora conflitantes entre as vítimas. Entretanto, levados a se envolver em situações perigosas e casos com desfechos terríveis, os envolvidos com tais acontecimentos afirmam ter certeza de que o motivo de sua ruína foi a música de tal artista. A polícia não pôde desvendar o caso, que até hoje permanece um mistério.


Regras temáticas:

· Todos os contos devem ser de terror, em qualquer uma de suas vertentes, ou de suspense/mistério.

· A história deve constituir-se obrigatoriamente do relato de uma pessoa que tenha assistido a uma apresentação do músico e que, após isso, passe por alguma situação de terror/desgraça/azar, apontando a música como a causa dos problemas. Os contos podem ser narrados em primeira pessoa, como relato direto do personagem, ou em terceira pessoa, por parte do policial que registrou a ocorrência.

· Apesar de não ser certa a localidade do bar, as histórias devem situar-se no Brasil.

· Recomendamos não criar muitas "verdades absolutas" em relação à história principal da antologia, pois isso pode criar conflitos com outros contos e fazer com que o seu não seja selecionado. Exemplo: não dar nome ao bar, ao seu dono, nem contextualizações muito precisas etc.


Regras de formatação:

· As obras a serem inscritas devem estar escritas em língua portuguesa, no formato de conto com o máximo de 25 mil caracteres com espaço. Não há mínimo de caracteres.

· O envio das obras para seleção deve ser feito através do e-mail: dossiemacabro@gmail.com

· O assunto do e-mail deve ser “Inscrição VOLUMES DISSONANTES – nome do conto”.

· O CONTO deve ser nomeado apenas com o NOME DO CONTO. O nome do autor pode aparecer no e-mail, mas não pode estar em lugar nenhum do arquivo do conto. Caso esteja, será desclassificado.

· O arquivo a ser anexado deve ser do tipo DOC (Word) com formatação em Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5, formato A4.

· Todos os diálogos do conto devem ser feitos com travessão (que não é a mesma que hífen nem meia-risca) e não aspas. Não utilizar itálico em diálogos.

· Palavras em idiomas estrangeiros, gírias e pensamentos de personagens devem ir em itálico.


Inscrições:

· As inscrições estarão abertas a partir do dia 08 de abril de 2021 e se encerrarão no dia 11 de junho de 2021, às 23:59 horas, horário de Brasília.


· Serão selecionados 11 autores que, somados aos organizadores, totalizarão em 13 contos.



Pagamento:


· A antologia será lançada por meio de um financiamento coletivo na plataforma Catarse. A participação dos autores é gratuita, sendo imprescindível que ajudem ativamente na campanha, por meio de posts de divulgação, vídeos, releases e marketing pessoal.


· Os autores selecionados receberão exemplares de acordo com as metas alcançadas no financiamento coletivo, a serem definidas posteriormente.



Acompanhamento musical:

· Os contos selecionados receberão uma trilha sonora composta a partir de cada história. As composições serão feitas pelo trio de jazz "Alex Campelo Trio" e serão disponibilizadas em plataformas de áudio para serem acessadas e ouvidas pelos leitores por meio de QR Code ou meio de acesso semelhante.

1,144 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo